Menu

Blogs

Da Cultura





Academia Contagense de Letras, há seis anos
15Out2006 00:00:00
Publicado por: lecysousa@gmail.com
Academia Contagense de Letras, há seis anos.
Em outubro de 2006 a Academia Contagense de Letras ? ACL completa seis anos de surgimento em Contagem, mais especificamente no histórico Cartório Massote.
Longe de justificar um cenário literário que nunca existiu, a ACL modelou e uniu pessoas de formações antagônicas em torno de um ser, estar e fazer literários, a partir de então. Seu slogan Há uma flor no asfalto, corrigido pelo fotógrafo-poeta-biólogo e também fundador Juno Morais traduziu bem o cenário hostil que iríamos enfrentar entre corações, mentes e meio ambiente. Afinal, vivemos no coração da indústria mineira, não é verdade? Nenhuma atitude haveria de ser mais apaixonada e desvairada que ousar uma instituição literária onde a prioridade é o artefato industrializado, o aço, o produto químico, o cimento e o componente eletrônico. Onde a flor, o sol, a lua, o poema declamado, gritado, o conto, a crônica dos bons e dos maus costumes, o romance, a performance e o artigo histórico? Onde encontrá-los, senão dentro de cada contagense feitos sementes em potencial? Não há piche que possa resistir à promessa de identidade que as letras nos fazem. A ACL surgiu para confrontar nossas limitações, fraquezas, potencialidades, sonhos e nossa capacidade de existirmos enquanto grupo divergente em hábitos e opiniões, mas convergentes na intenção: a expressão literária. Senão aquinhoada pelo verniz da erudição, ao menos portadora da nossa dignidade humana. Sim, alguns poucos fizeram e fazem muito em nome de um espaço para Literatura no seu sentido mais amplo em Contagem. Inegável. Talvez seja isso que justifica os momentos de encontro alegre, os saraus inesquecíveis e os eventos sempre ligados às letras. Devo ressaltar o apoio de jornais locais como o Folha de Contagem, na pessoa do jornalista Ciro Carpentieri, O Jornal Contagem do persistente Fleury Rosa, o Jornal Regional do ousado Borba e o recente Diário de Contagem Online do visionário Robson Rodrigues. Ao contrário do que poderíamos esperar, a imprensa local sempre nos incentivou e nos levou a sério. Há também aquelas empresas que várias vezes apoiaram nossos eventos com investimento financeiro como a CDL ? Contagem, a Livraria Popular ? único sebo literário de Contagem - e o Big Shopping. Havemos de somar o apoio moral de pessoas anônimas que até bolo de aniversário já doaram à ACL e artistas como Raimundo Pradino, Isa de Oliveira, Nino Sechi, Fernando Januário, Márcia Alves, Leonardo de Magalhães e os espaços públicos como a FUNEC/CENTEC, a Casa da Cultura Nair Mendes Moreira, o Centro Cultural de Contagem, o Parque Ecológico e o Manferrari Hotel que nos emprestaram suas dependências por gentileza cultural e me perdoem as demais pessoas físicas e jurídicas por qualquer injustiça cometida por mim. Eu queria escrever um texto técnico, frio e asséptico, apresentar dados estatísticos, eficiências, deficiências, falar da necessidade que a ACL tem de uma sede dentro do município de Contagem ou mesmo fora dele enfim, falar dos inúmeros ofícios enviados ao pode público, mas sempre engavetados. Acontece que prefiro exaltar o lado humano da ACL que erra, acerta, pensa, sofre, ri e acaba revelando mais de si quando escreve livremente. Os meus parabéns àquelas pessoas que ajudaram e ajudam a escrever essa história e regar a flor no asfalto, para não dizer no deserto. Empresas ou entidades sociais, culturais e educacionais que desejam apoiar a ACL de alguma forma ou queiram solicitar a realização de saraus (momentos de lazer com poetas e artistas que expõem seus trabalhos de forma surpreendente) nos seus salões ou auditórios podem fazer contato conosco pelos telefones (31) 33928467, (31) 88673826 e os emails lecysousa@gmail.com e academiacontagense@bol.com.brLecy Pereira SousaFonte: www.diariodecontagem.com.br

Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.